Mogli, O Menino Lobo - Somente o Necessário



{Balu}
Eu uso o necessário,
Somente o necessário,
O extraordinário é demais.
Eu digo, necessário,
Somente o necessário.
Por isso é que essa vida eu vivo em paz.

Assim é que eu vivo,
E melhor não há.
Eu só quero ter
O que a vida me dá.
Milhões de abelhas vão fazer,
Fazer o mel pra eu comer.
E se por acaso eu olhar pro chão
Tem formigas em profusão.
E então, prove uma.

{Mogli}
Você come formigas?

{Balu}
Tranquilamente...
E você vai adorar a coceira que elas dão.

{Baguera}
Mogli, cuidado!

{Balu}
E o necessário pra viver
Você terá.

{Mogli}
Mas quando?

{Balu}
Você terá.
Eu uso o necessário,
Somente o necessário,
O extraordinário é demais.
E eu digo, o necessário,
Somente o necessário.
Por isso é que essa vida eu vivo em paz.
Vejam o pica-pau, pau,
Que só pensa em picar.

{Mogli}
Ai!

{Balu}
Ele vai se dar mal, mal.
Pra se alimentar.
Não pique a pêra no pé,
Pois pêra picada no pé
Nunca presta, pois é.
Não vai dar pé,
Você vai mal.
Não pique essa pêra como um pica-pau.
Você entendeu esse angu?

{Mogli}
Claro que sim, Balu.

{Baguera}
Ah! puxa vida!
Isso até parece conversa de louco!

{Balu}
Vamos, Baguera, entre no compasso!
O necessário pra viver você terá.

{Mogli}
Está pra mim!

{Balu}
Você terá.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Festa no Céu - Te Amo Demais

Cinderela - Canção dos Ratinhos

Festa no Céu - Canção do Perdão