O Estranho Mundo de Jack - Canção da Sala de Reunião [2 ª Versão]



{Jack}
Quero lhes contar sobre a cidade do Natal.

São objetos tão estranhos que mal dá pra acreditar.
Um milhão de luzinhas a piscar.
É um mundo tão diferente do que eu jamais vi por aqui.
Não posso traduzir o que me aconteceu.
Mas vocês precisam acreditar.
Tudo é muito real e me fez pensar.

Olhem, deixa eu mostrar!
Isso aqui é um presente,
Que vem de dentro de uma caixa.

Uma caixa?
De horror?
De borracha?
Cheia de tarracha?
Mas que ótimo, tarrachas!

{Jack}
Por favor....
Uma caixa bem colorida
E um grande e fino laço.

Um laço?
Pra quê?
Que horrível!
E dentro?
E dentro?

{Jack}
É para ser supresa, eu acho...


É um bicho?
Vai correr?
É um rato?
Vai morrer?
Será que a gente consegue torcer?

{Jack}
Mas estão entendendo mal...
Não é assim que é o natal!

Prestem atenção...
Pegamos um pé de uma meia
E penduramos assim na parede.

Assim?
E o pé? Está lá?
Quero ver, quero olhar.
Será que vai se deteriorar?

{Jack}
Ah, deixa eu explicar.....
Não há pé ali,só á doces,
Quem sabe às vezes brinquedos.

Brinquedos?
Que gritam?
Que pulam?
Será que eles pulam?
Ou será que só gostam de meter medo?

Mas que ótima idéia esse natal
Tem tudo pra ser algo fenomenal.

{Jack}
Pessoal vamos devagar,
Não estou conseguindo me explicar.

Bem, por que não lhes dou o que eles querem?

E o melhor do natal eu deixei pro final,
Pois agora eu pretendo falar
Sobre o rei que tem uma voz tão profunda,
Ele é quem comanda lá.

Me disseram que esse rei,
Pelo menos é o que eu sei,
É um monstro bem grandão.
Ele sai por ai, todo de vermelho,
E dele, dizem, ninguém escapa.
Ele não perdoa não.
E quando a noite vem, ele sai também,
Como um vulto lá no céu, espalhando o terror.
Ele é Papai Cruel.

{Jack}
Acho que gostaram da idéia em geral,
Mas será que eles entendem o que é o Natal?
Ou não?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Festa no Céu - Te Amo Demais

Cinderela - Canção dos Ratinhos

Festa no Céu - Canção do Perdão