Robin Hood - Rei Ladrão


Era uma vez um reizinho inglês,
Faz muito tempo atrás,
Que foi famoso, não por leis,
Nem por coisas que ele fez.

Enquanto ao bravo Rei Ricardo
Chamavam de Leão,
Não tem nenhuma expressão
Nosso inútil Rei João.

Quem quer saber como ele foi
Não é num livro que se vê contar, não
Do Rei de Imitação.

Abaixo este Rei de Imitação.

Ele era dono
De um grande trono
E fingia que era rei,
Mas parecia um bonequinho
Sem vida e sem lei.

E ele berrava zangado
Quando algo saia errado.
E ele chamava: "Mamãe",
Chupando o dedão.

Estão vendo, ele não quer brincar.

Não pôde ser nem João, o Mal,
Nem pôde ser João, o Tal.
Abaixo este Rei de Imitação.

Vamos com o ritmo ai, pessoal!

Vamos, João Pequeno!
Isso, mais animação!

O imposto que cobrava,
Bem, tirava o nosso pai.
Coroa cai, coroa vai
Cair deste João.

Ah, mas Robin Hood e
Um pessoal,
Um dia enfim chegou,
Para obrigar
O rei pagar
Aquilo que robou.

E o nosso herói de sopetão
Deixou de tanga o paspalhão.
O bobo e intransigente Rei João!

Que cara ganado!
Que rei mais ladrão!
Que bicho papão!
Que rei de araque!
Que cara madrague!
Rei João, o Rei de Imitação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Festa no Céu - Te Amo Demais

Cinderela - Canção dos Ratinhos

Festa no Céu - Canção do Perdão