Rio - Sapo Cair


Já passou meia-hora,
Coração fica aqui...
Fica aqui.

Tá chegando a hora.
Quem não samba, não chora.
Não deixe o sapo cair.

Tem no chão as estrelas,
Pois o sol quer subir...
Quer subir.

A poeira se espalha,
O meu samba batalha
Quando o povo sorri.

Hoje eu sou seu amor
E não tem despedida.
Pois o samba tá quente,
Venha com a gente, minha querida.

Mestre-sala ensinou
Que sambar nos dá vida,
Pois cantar a natureza
Traz a beleza
Para a avenida.

Piuí, Piuí, Piuí, Piuí, Piuí, Piuí
Balança a cadeira mulata,
Não deixe o sapo cair.

Piuí, Piuí, Piuí, Piuí, Piuí, Piuí
Balança a cadeira mulata,
Não deixe o sapo cair.

Hoje eu sou seu amor
E não tem despedida.
Pois o samba tá quente,
Venha com a gente, minha querida.

Mestre-sala ensinou
Que sambar nos dá vida,
Pois cantar a natureza
Traz a beleza
Para a avenida.

Piuí, Piuí, Piuí, Piuí, Piuí, Piuí
Balança a cadeira mulata,
Não deixe o sapo cair.

Piuí, Piuí, Piuí, Piuí, Piuí, Piuí
Balança a cadeira mulata,
Não deixe o sapo cair.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Festa no Céu - Te Amo Demais

Cinderela - Canção dos Ratinhos

Festa no Céu - Canção do Perdão