Moana - De Nada


Vou te explicar, já saquei
Minha magnitude pode constranger
Você tá chocada, eu sei
É adorável
Os humanos nunca vão surpreender

Vem com o papai, cola em mim
Pode botar fé
Sou maui, pode crer
Alguém como eu jamais nasceu
Tá olhando para um semideus

Vou te dizer, então, de nada
Pelo mar, o sol, o ar
Eu arrasei, eu já sei
De nada
Sou só o semi-cara do lugar

Hey, quem levantou o céu sem suar?
Você tinha essa altura, tá-dah!
Quando esfriou
Quem trouxe o fogo e deslumbrou?
O cara é um show

Oh, fisguei o sol num puxão, de nada
E agora a gente tem verão
O vento eu domei como eu quis, de nada
Pro povo velejar feliz

Só faltou dizer, então, de nada
Pelas ilhas do mar que eu ergui
Que eu arrasei, eu já sei, de nada
Ah, eu sei que sou demais, pode aplaudir
De nada... De nada

Mas não tem nada a ver
Nem vou gastar o meu fôlego
Pra te explicar tudo quanto é fenômeno
O mar, a mata, o chão
Ah, foi só maui chamando atenção

Mando uma enguia bem fundo no chão
Broto o coqueiro, olha o coco na mão
Maui disse como é que tem que ser
As minhas férias ninguém deve interromper

E essa obra de arte aqui
São as lutas que um diz eu venci
Eu sou o tal, sempre estou no comando
Olha só pro mini-maui, tá sapateando

Eu já te falei sou o rei, de nada
Fiz o mundo e foi só um favor
Eu arrasei, eu já sei, de nada
Mas tô na minha hora e eu já vou

Pode dizer, meu bem, de nada
Pelo barco que emprestou
Eu vou bem além, além, de nada
Sou maui mas não sou bom nadador
De nada... De nada
Brigado!





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Festa no Céu - Te Amo Demais

Cinderela - Canção dos Ratinhos

Festa no Céu - Canção do Perdão